x
Magazord Plataforma de E-commerce 5 Anos
Ficou interessado?
Agende uma conversa

Marketing

Google Analytics: como funciona e guia definitivo

Cleiton Sanches
Cleiton Sanches
Especialista em tecnologia do Magazord
Data de criação
15/10/2019
Comentários
0 comentários

O Google Analytics é um serviço gratuito desenvolvido pelo Google e é uma das ferramentas mais poderosas utilizadas no E-commerce.

A principal função do Google Analytics é monitorar o tráfego do seu site, oferecendo dados completos para que assim o seu usuário seja capaz de elaborar, bem como campanhas de marketing mais eficientes.

Os dados fornecidos pelo Analytics mostram exatamente como o público se comporta dentro do seu site. Com esses dados, é possível entender como os seus visitantes se conectam ao seu site e também como se comportam acessando as páginas do mesmo.

Monitorar os dados oferecidos pelo Google Analytics é fundamental. Sendo que o Analytics é uma das melhores ferramentas de marketing digital disponíveis atualmente e que melhor ainda, é totalmente gratuita.

Desde sites de grande expressão até aos que estão iniciando a sua trajetória virtual, instalar e dominar o Google Analytics é fundamental. No E-commerce, a ferramenta é mais importante ainda, pois ela analisa métricas, a taxa de conversão e ver quais páginas são mais visitadas e quais delas precisam ser otimizadas.

Guia completo sobre o Google Analytics

Neste artigo você irá aprender as principais características sobre o Google Analytics, como:

  • O que é Google Analytics
  • Como usar o Google Analytics (Para que serve)
  • Como instalar o Google Analytics
  • Quais as principais métricas da ferramenta
  • Entender como as fontes de aquisição de tráfego
  • Aprender a trabalhar com campanhas
  • Saber o que é conversão
  • Diferença entre Canal, Origem e Mídia
  • O que são UTMs
  • Aprenda mais sobre a taxa de rejeição e como diminuí-la
  • Campanhas em redes sociais
  • Google Analytics e E-commerce

Caso tenha alguma dúvida, deixe o seu comentário no final da página!


Importante saber!!!!!

Todas as lojas virtuais feita pelo Magazord já apresentam integração com o Google Analytics. Facilitando assim para o empreendedor saber como está o tráfego do seu E-commerce e pensar nas melhores estratégias para trazer cada vez mais visitantes.


Afinal, o que é o Google Analytics?

Basicamente, o Google Analytics é uma ferramenta que serve para monitorar o tráfego do seu site, mostrando número de visitantes e também o comportamento dos mesmos.

A ferramenta do Google pode ser instalada em blogs e também em lojas virtuais, sendo utilizada principalmente para averiguar a eficiência de campanhas e observar o fluxo de visitantes.

Através de estatísticas, o Google Analytics observa como os visitantes do seu site se comportam, quais foram as páginas mais acessadas e também quais são as páginas que os visitantes mais tempo ficam.

O que é Google Analytics?

Não instalar o Google Analytics no seu site é completamente desaconselhável, afinal o empreendedor ou profissional de marketing não terá as informações necessárias para elaborar melhor as suas estratégias, sem contar que os dados da ferramenta permitem a visualização da eficiência de suas campanhas em diferentes redes sociais e veículos de mídia.

Se você possui um E-commerce ou vende algum tipo de serviço pela Internet, ficará muito mais fácil identificar como estão as suas vendas. Também será possível observar como as pessoas se comportam acessando o seu site, conforme a análise de dados fornecidos pelo Google Analytics.

Entretanto, muitas empresas focam apenas no aumento de vendas e acabam esquecendo de outros dados importantes, que afetam a eficiência da sua campanha de marketing. 

Não ficar atento a todos esses dados pode trazer um efeito negativo para o seu negócio, isso porque não serão levados em consideração fatores que poderão ajudar a sua loja virtual, blog ou site a ter um tráfego mais intenso e mais fiel.

Muito mais do que vendas

Além do volume de vendas, o Google Analytics oferece dados preciosos para que você saiba exatamente o que se passa dentro do seu E-commerce. Alguns desses dados são:

  • Número total de visitantes, qual o número de visitantes que retornaram ao site e os que visitaram apenas uma única vez;
  • Qual a origem do tráfego, em que a ferramenta de marketing mostra de onde os acessos do seu site estão vindo;
  • Resultados, uma aba que mostra como está o desempenho da sua loja virtual;
  • Mídias sociais, parte reservada para mostrar os resultados obtidos com campanhas de marketing feitas através das redes sociais;
  • Metas, aba que tem como função mostrar as metas, traçadas previamente, que foram alcançadas e como está o desempenho num geral;
  • Marketing, mostra todas as campanhas de marketing e também quais são os melhores resultados alcançados por essas campanhas.

Um dos recursos mais importantes que se encontram presentes no Google Analytics é a possibilidade de filtrar o resultado por data. Além disso, o serviço também mostra o dia da semana, do mês e as horas em que o público mais acessa seu site.

Dados Google Analytics

Com os filtros de data e hora, você poderá observar exatamente quais são os momentos em que o seu site é mais acessado, facilitando a programação das suas publicações e também é uma ótima maneira de definir os horários para o lançamento de atualizações, não prejudicando a navegabilidade do site quando muitas pessoas o estão acessando.

Com o Google Analytics, o usuário da ferramenta de marketing do Google poderá otimizar seu site para dispositivos móveis, como smartphones e tablets.

Por que é importante trabalhar com o Google Analytics?

Sem dúvidas, o Analytics é uma das ferramentas de marketing digital mais importantes para serem utilizadas, sendo indispensável para quem possui um E-commerce.

Para se criar estratégias de marketing para aumentar suas vendas ou o tráfego do seu site é muito importante ter dados e estatísticas para assim saber quais páginas estão dando resultados e quais são os conteúdos ou campanhas que precisam ser otimizados.

O Analytics fornece todos esses dados com extrema precisão, fazendo com que você saiba quanto tempo os visitantes estão acessando as páginas ou quanto tempos eles estão demorando em cada uma delas.

Importância Google Analytics

Os dados fornecidos pelo Google Analytics permitem que você saiba quais são os canais que geram mais tráfego ou qual é a rede social que está performando mais e divulgando seus conteúdos.

Benefícios do Google Analytics

1 - Gratuito: umas das principais vantagens em se utilizar o Analytics é o fato de que o serviço é completamente gratuito, em que mesmo não pagando nada, o usuário tem acesso a um serviço Premium;

2 - Análise completa: o Google Analytics observa todas as métricas do seu site, oferecendo tudo aquilo que se espera de uma ferramenta de análise;

3 - Extremamente versátil: não importa qual o seu tipo de site, o Analytics consegue mensurar dados de um blog ou E-commerce;

4 - Fácil de utilizar: a interface do Google Analytics é extremamente intuitiva, em que até mesmo quem não tem experiência com a ferramenta ainda consegue acessar as suas principais métricas;

5 - Controle total: devido a sua grande abrangência, o Google Analytics é capaz de analisar todas as suas campanhas, como email marketing, palavras-chave e campanhas em redes sociais;

6 - Serviço robusto: a ferramenta é escalável para sites que apresentam tráfego moderado e também para sites que recebem milhões de acessos. O serviço é igualmente eficiente para as duas situações, já que o Analytics se encontra nos mesmos servidores do Google;

7 - Integração: o Analytics apresenta integrações com outros serviços do Google, como o Ads. Com essas integrações, os dados das campanhas são cruzados entre as duas ferramentas e você acessa o resultado da campanha rapidamente.

Totalmente personalizável, o Google Analytics ainda apresenta a possibilidades da criação de uma tela de utilização dentro da própria ferramenta, permitindo que o usuário separe e acesse as informações mais relevantes para ele com maior velocidade. 

O Google Analytics acaba se mostrando a melhor ferramenta para o monitoramento de sites, devido ao seu alto grau de eficiência, de tal forma que mesmo sendo um serviço gratuito, a ferramenta acaba sendo muito melhor do que vários serviços pagos disponíveis pela Web.

Como entrar (instalar) no Google Analytics

Entrar no Google Analytics e começar a utilizar as ferramentas desta importante ferramenta não é um bicho de sete cabeças, já que a instalação do serviço do Google é extremamente simples e em poucos minutos, o usuário já poderá utilizar todos recursos presentes no serviço de monitoramento.

Vamos agora saber exatamente como realizar a instalação do Google Analytics em um breve passo a passo.

Geração do código de acompanhamento

O primeiro passo para ser tomado para a instalação do Google Analytics é a geração do código de acompanhamento exclusivo.

Será necessário:

Primeiramente você precisa acessar a página do Analytics;

Entrar conta Google Analytics

Logo em seguida já será solicitado que você faça o login na sua conta do Google.

Após a realização do login, você será direcionado ao a uma nova página, pedindo para você clicar em Inscrever-se.

Após clicar para inscrever-se, o usuário é direcionado para a página em que será necessário inserir as informações sobre o seu site, para que assim o código de monitoramento seja gerado.

Importante saber!

É válido destacar que você poderá ter uma conta do Google Analytics para o monitoramento de vários domínios diferentes. Essa facilidade acaba deixando a utilização da ferramenta mais fácil, já que não será necessário criar várias contas do Analytics para monitorar todos os seus sites.

É possível compartilhar os dados do Google Analytics com outras pessoas, otimizando a comunicação com toda a sua equipe.

É recomendado utilizar o Analytics com um email profissional, para que os dados e avisos sejam mais fáceis de serem recomendados, sem que essas informações se confundam com emails pessoais.

Problemas comuns durante a instalação

  • Se você não seja um administrador do site, é muito possível que você não consiga fazer toda a configuração para a instalação do Google Analytics. Caso não seja possível instalar, será necessário pedir a um administrador para realizar a instalação completa. 
  • Caso o código de monitoramento seja adicionado fora da seção “HEAD” é muito possível que o código não funcione de forma correta.
  • Quando o plugin do Google Analytics for desativado no painel do Wordpress, a integração com a ferramenta de marketing irá parar de funcionar.
  • Quando a indicação da versão do Analytics ao Tag Manager de forma incorreta, fará com que a ferramenta de marketing não extraia dos dados corretos do site. 
  • A modificação de parte do código de forma incorreta pode fazer que o seu site saia do ar.

Conhecendo os principais menus do Google Analytics

Agora que você já sabe o que é o Google Analytics e como fazer a instalação da ferramenta, agora vamos entender como funciona os principais menus da ferramenta e o que fazer com essas funcionalidades.

Os menus do Google Analytics são extremamente intuitivos de serem utilizados, facilitando assim para que o usuário ache as informações de forma simples. Na parte superior, é possível encontrar 4 menus principais:

Página inicial: é a aba que mostra quais são todas as contas e sites que você acompanha através do Google Analytics. Se você possui mais de um site para monitoramento, é através dessa aba que é possível acessar as suas diversas contas. 

Relatórios: é a aba do menu destinada para os relatórios dos seus sites, com a métricas e todos os números que foram analisados e registrados pela ferramenta. 

Personalização: é nessa aba que estão os relatórios personalizados, que combinados resultam no acesso a importantes informações e dados do seus site que são vitais para a elaboração de estratégias de marketing cada vez mais eficientes. 

Administrador: nessa aba de menu do Google Analytics você acessa a área para administrar as suas contas dentro do Google Analytics. Na área de Administrador é onde você encontra o ID de acompanhamento. Também é o lugar para conceder permissões para outras pessoas que precisam acessar o Analytics.

As métricas principais do Google Analytics

É bem importante saber quais são as principais métricas e ferramentas presentes no Google Analytics, para que assim você saiba exatamente como configurar a plataforma e extrair o máximo dela.

De nada adianta passar um trabalhão para instalar a ferramenta se você não souber ao certo como utilizar os recursos presentes na plataforma.

Para tirar o máximo proveito da ferramenta, vamos apresentar agora quais são as principais métricas que encontramos no Google Analytics.

Principais Métricas Google Analytics

Sessão

Extremamente importante, a métrica Sessão é responsável por mostrar o número total das visitas que o seu site obteve em um determinado período de tempo analisado. 

Caso esse período não seja especificado, o Google Analytics configura automaticamente a análise de visitas que ocorreram nos últimos 30 dias.

Essa métrica é extremamente importante, pois ela mede e detalha a variação do tráfego, qual o número de pessoas que acessam o seu site. Também mostra qual a quantidade total de pessoas acessam determinadas páginas do seu domínio.

Os dados são apresentados através de um gráfico que é extremamente importante de ser observado, para que você saiba exatamente quantas pessoas você está atingindo com o conteúdo do seu site.

Usuários

Essa métrica é relacionada especialmente ao número de pessoas que visitaram o seu site em apenas uma única vez. Novamente, a configuração de tempo padrão é de 30 dias.

Se uma pessoa acessou o seu site uma única vez e no outro dia esse mesmo usuário acessa o seu site novamente uma única vez, essa pessoa também será um visitante. Mas no relatório mensal, essa pessoa será analisada como uma visita recorrente no seu domínio.

Conforme as solicitações que você pedir para o relatório, o número de visitantes e sessões irá variar. Acompanhar o número dos usuários é extremamente importante. Pois assim você saberá quando o seu público passará a ser mais fiel com o seu conteúdo e produtos.

Taxa de rejeição

Outra métrica extremamente importante que precisa ser analisada no site é a taxa de rejeição. Essa taxa nada mais é do que a porcentagem de visitantes que saem do seu site depois de terem visto apenas uma página.

A taxa de rejeição é uma métrica que costuma ser muito alta em blogs, pois os visitantes têm o costume de ler apenas ler um post e sair do site logo em seguida.

O nome “taxa de rejeição” acaba confundindo muito o usuário, pois parece que o visitante rejeitou o site, contudo na prática, a situação é diferente. É importante pensar em estratégias para diminuir a taxa de rejeição, como desenvolver um conteúdo agradável para a leitura e também criar algumas call-to-action, para incentivar os visitantes a acessar outras páginas do seu site.

Páginas por visita

Essa métrica é referente ao número médio de páginas que um visitante acessa no seu site. É bem importante acompanhar essa métrica junto com a taxa de rejeição.

Em um blog cujas estrutura é bem montada e que apresenta chamadas e botões call-to-action a taxa de rejeição tende a ser mais baixa. Assim como também aumenta o número de páginas por visita.

Desenvolver estratégias com calls-to-action faz com que seu visitante navegue por mais páginas do seu blog ou E-commerce, sendo uma das estratégias mais eficientes para que seu público navegue por outras partes do seu site.

Google Analytics

Duração média da sessão

É extremamente importante analisar a métrica chamada de duração média de sessão, pois essa taxa ajuda os empreendedores e profissionais de marketing a analisar quanto tempo o usuário passa no seu site.

Essa informação é calculada de uma forma um pouco diferente do óbvio, pois o Google Analytics observa e calcula as informações através das interações do usuário com o site. Vamos entender um pouco melhor como isso funciona no exemplo a seguir:

1 - 12h30min - o usuário acessa a home do seu site.
2 - 12h33min - esse mesmo usuário acessa um link que leva para outra páginas, ainda em seu site.
3 - 12h37min - o usuário fecha o seu navegador de internet consequentemente deixa o seu site.

Você sabe dizer quanto tempo durou essa sessão? Muitos leigos acabam achando que a duração da sessão deste usuário usado como exemplo foi de um total de 7 minutos. 

Entretanto, o Google Analytics acaba calculando as informações de uma forma um pouco diferente, pelo fato de a ferramenta não saber exatamente como o usuário interage com o site quando nenhuma ação é efetuada.

No exemplo que demos anteriormente, o Google Analytics registrou apenas duas interações, uma no horário 12h30min e outra no horário 12h33min. Com isso, o Analytics irá entender que a duração desta sessão foi de 3 minutos.

Para calcular essa métrica, o Analytics faz a soma de todo o tempo de duração de cada sessão do seu site. Feita a soma, a ferramenta pega esse valor e o divide com o número total de sessões.

Google Analytics: entenda a diferença entre Canal, Origem e Mídia

Um dos mais importantes (e também esquecidos) aspectos de análise do seu site site é especificar sobre os Canais de aquisição, para saber por onde que as pessoas estão chegando até o seu domínio.

Para entender melhor como os visitantes chegam até o seu site é importante conhecer melhor sobre os diferentes Canais de aquisição, bem como também saber a diferença entre Canal, Origem e Mídia.

Saber as diferenças entre esses conceitos é extremamente importante para entender melhor o comportamento dos seus visitantes. E esses dados também são importantes fontes de análise para se criar estratégias para aumentar o tráfego, do seu E-commerce / blog / site.

Vamos entender melhor o que cada conceito significa.

Canais

No Google Analytics uma das informações mais interessantes e úteis que pode ser obtida é saber como o usuário chegou até o seu site. A ferramenta é capaz de informar, por exemplo, se um usuário chegou no seu site digitando a URL ou se ele achou alguma página através da redes sociais.

A ferramenta de marketing digital do Google é capaz de analisar eficientemente quais foram as formas de como o usuário chegou ao site. Ela registra essas informações com total precisão, mostrando esses dados para serem observados em relatórios fornecidos pelo próprio Analytics.

Os principais canais que são registrados no Google Analytics são os seguintes:

1 - Direct: é o canal quando a URL do site é acessada diretamente no navegador;
2 - Organic Search: quando o usuário digita algum termo em sites de busca e é encaminhado para o seu site;
3 - Redes Sociais: usuários que chegam através das redes sociais, como o Instagram, Facebook e Linkedin;
4 - Email: usuários que interagem com o seu email marketing, newsletters e feed RSS;
5 - Referral: usuários que chegam através de backlinks, em sites que linkam para o seu domínio;
6 - Paid Search: é referente ao links patrocinados no Google Adwords;
7 - Display: é o canal que indica o tráfego de publicidade de exibição, por exemplo, as campanhas de remarketing feitas no Adwords;
8 - Others: neste canal são registrados os visitantes que não chegaram através de nenhum dos outros canais considerados padrões.

Canais Google Analytics

Ainda é possível personalizar canais, para que o Google Analytics seja capaz de mostrar dados de uma maneira ainda mais segmentada e detalhada, melhorando a análise dos dados do seu site e possibilitando que você saiba exatamente como os visitantes estão chegando ao seu domínio.

Origem e mídia

Dentro do Google Analytics, um dos principais recursos que se encontram dentro da ferramenta é mostrar como as pessoas chegam até o seu site e quais são os canais que captam mais visitantes.

A ferramenta de marketing do Google é extremamente precisa e automaticamente agrupa a Sessão feita no seu site em alguns dos Canais que foram citados anteriormente.

Vamos a uns exemplos para esse conceito ficar mais claro:

1 - Um usuário que tem a Origem ou Mídia através de m.facebook.com / referral esse usuário provavelmente pertencerá ao canal Social;
2 - Se um usuário tem a Origem ou Mídia através de google.com / organic esse usuário provavelmente pertencerá ao canal Organic Search;
3 - O usuário com a Origem ou Mídia registrada através de google.com / cpc esse usuário provavelmente pertencerá ao canal Paid Search.

Um Canal de aquisição não precisa ser necessariamente uma dimensão, dentro do Analytics, como acontece com Origem e Mídia. O Canal de aquisição na verdade é uma forma de agrupar automaticamente o tráfego para facilitar as análises sobre como ocorre o tráfego do seu site

Campanhas no Google Analytics: entenda melhor as UTM's

Os relatórios que são gerados pelo Google Analytics são detalhados para que o usuário da ferramenta tenha todos os dados de como os visitantes chegam e se comportam dentro do seu site.

Uma das melhores utilizações para a ferramenta do Google é permitir que se saiba exatamente como os usuários chegam no site. Simultaneamente permite que se saiba os Canais de rendem mais visitantes.

O Google Analytics permite que se saiba exatamente quantos usuários que vieram de uma campanha paga do Facebook ou de um link de um site parceiro, por exemplo.

Isso acontece por conta da chamadas UTM’s, que nada mais são do que URL’s com parâmetros de rastreio.

A criação das UTM's envolvem processos em que você pode modificar a Origem/Mídia de uma sessão. Fazem com seja possível diferenciar os resultados de uma campanha feita no Instagram e outra campanha feita no Facebook.

São cinco os parâmetros que podem ser modificados em um sessão, com a configuração da UTM:

1 - Nome da Campanha
2 - Mídia
3 - Origem
4 - Conteúdo
5 - Termo

Para a configuração das UTM’s o próprio Google disponibiliza uma ferramenta, chamada de Criador de URL, em que basta inserir as informações da campanha, afinal a ferramenta gera meios que permitem o fácil rastreio da URL.

Criador de URL Google

Para entender melhor, vamos ver como é a configuração das URLs, na prática!

Disparo de Emails

Vamos supor no site “www.seudominio.com.br” será feito um disparo de Email marketing para a sua base de contatos.

Nesta campanha, os profissionais de marketing deste site desejam saber o número de usuários que clicaram no link presente no email e chegaram até o seu site através dessa campanha.

A melhor maneira para se descobrir isso é através da criação de uma UTM exclusiva, que permitirá o rastreio de todos os visitantes que chegaram no seu site através dessa campanha.

A UTM pode ser a seguinte:

https://www.seudominio.com.br/?utm_source=E-mail&utm_medium=Disparo

Configurada a UTM, o dados que irão aparecer no Google Analytics irão aparecer da seguinte forma:

Canal: E-mail
Origem: E-mail
Mídia: Disparo

Campanhas para redes sociais

Nesse mesmo site (seudominio.com.br) será feita uma campanha paga nas redes sociais, mais precisamente, no Twitter. Igual na campanha de Email marketing também se quer saber quantos usuários chegaram ao site através desta campanha.

Mas nesse caso, se deseja saber realizar um teste para ver qual é o banner, dentre dois modelos, que é mais eficiente para conseguir cliques.

Para solucionar essa necessidade, é possível criar uma UTM para cada banner e saber qual gera mais cliques, como no exemplo a seguir:

https://www.seudominio.com.br/?utm_source=Twitter&utm_medium=Banner&utm_campaingn=Amarelo

https://www.seudominio.com.br/?utm_source=Twitter&utm_medium=Banner&utm_campaingn=Azul

Com essas duas diferentes UTMs geradas será possível identificar facilmente quais dos banners (o Amarelo ou o Azul) que geram mais cliques. No Google Analytics será possível analisar as informações sobre esta campanha da seguinte forma:

Canal: Social
Origem: Twitter
Mídia: Banner
Campanha: Amarelo ou Azul (os valores chegam conforme os cliques dos usuários em cada banner)

Além do Twitter, também é possível utilizar o Google Analytics para Instagram ou Facebook. É possível criar as mais diversas campanhas para analisar como os usuários se comportam nas redes sociais e como é possível melhorar os canais que geram pouco tráfego.

Entendo a taxa de conversão

Em todas as vezes que um visitante do seu site realizar uma atividade importante no seu site, é dito que foi feita uma conversão.

Existem vários tipos de conversão dentro de um site como, cadastro em uma newsletter ou a compra de um produto em uma loja virtual, bem como cadastro de dados em landing pages. Embora a taxa de conversão seja ligada muito à lucratividade, esse conceito acaba indo muito mais além do que vendas.

A Conversão, na verdade, é quando um usuário realiza uma determinada ação para qual a página foi criada. O conceito é simples, mas medir a taxa de conversão é extremamente importante para saber se as suas estratégias para atrair seu público estão dando certo.

A taxa de conversão serve principalmente para medir e mostrar se os seus negócios estão dando os resultados esperados, quando se trata de um E-commerce, por exemplo e por conta disso, é extremamente importante de acompanhar o número de conversões do seu site.

Essa métrica é medida através do Google Analytics, em que basta configurar algumas ações para que a ferramenta informa com extrema precisão como essa métrica se desenvolve dentro do seu site.

Medir Taxa de Conversão

Existem dois tipos de conversão: a direta e a indireta. A conversão direta é quando o usuário toma uma determinada ação ao ver um anúncio ou uma oferta que apareceu na sua timeline de diferentes maneira.

Já a conversão indireta é quando existe uma troca de benefícios entre as duas partes. Por exemplo: quando um usuário cadastra o seu email para baixar um e-book, acontece aí uma conversão indireta.

Mesmo não gerando tantos resultados, a conversão indireta é uma ótima ferramenta para a captação de leads, que são potenciais clientes e que podem contribuir para futuramente aumentar o valor da conversão direta.

Google Analytics e E-commerce

É extremamente importante a utilização do Google Analytics dentro do E-commerce. A ferramenta é capaz de medir e monitorar com extrema precisão com está a eficiência das suas campanhas de marketing, bem como analisar como os visitantes se comportam dentro da sua loja virtual.

Com os números gerados pelo Google Analytics, será possível aprimorar as estratégias das suas vendas e assim saber como está a taxa de conversão do seu E-commerce.

Esses e muitos outros benefícios tornam o Analytics em uma ferramenta de marketing digital indispensável para a sua loja virtual.

Postagens relacionadas

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *